Jornal Opinião Goiás – Ministro da Educação defende necessidade de combater a corrupção

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu hoje (14) a necessidade de combater a corrupção para garantir que os recursos públicos atendam à população.

“Nós não temos mais ladrões assentados nos ministérios. Chega disso. Nós temos agora é que usar o dinheiro público com os brasileiros”, disse ao discursar 1º Encontro de Prefeitos e Gestores Municipais da Educação da Região Península dos Grandes Lagos, em Andradina, interior paulista.

Ribeiro diz estar empenhado em combater o mau uso do dinheiro repassado pelo Ministério da Educação aos municípios. “Eu sou obstinado contra político ladrão. Já mandei mais de 700 prefeitos para o Tribunal de Contas da União”, disse.

O ministro destacou ainda a necessidade de valorizar a educação básica ao fazer referência ao aumento de 33% no piso salarial dos professores, oficializado pelo governo federal no início do mês.

“O alicerce da educação é aprender a ler e escrever, é educação básica. Não adianta construir universidades pelo Brasil, é a mesma coisa que começar uma obra pelo telhado”, disse.

A portaria que elevou para R$ 3.845,63 o piso dos profissionais da educação básica foi assinada no último dia 4 de fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro.

Também participou do evento em Andradina o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes. Ele também ressaltou a importância da atenção à educação dos jovens.

“Se a gente oferecer a oportunidade deles terem educação e logo depois a gente oferecer a possibilidade deles abrirem empresas ou trabalharem em empresas e terem a vida digna, dessa forma a gente vai construir um país”, disse Pontes.

Classificar post
Mostre mais

# EBC

EBC. Os artigos são de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do veículo.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo