conecte-se conosco

Brasil

Jornal Opinião Goiás – Economia realiza audiência pública para compra de desktops, notebooks e monitores

Publicada

em

Previsão é adquirir 300 mil equipamentos de informática, avaliados em cerca de R$ 1,5 bilhão

OMinistério da Economia (ME) realizou audiência pública para compra centralizada de estações de trabalho (desktops), equipamentos móveis (notebooks) e monitores. Esta será a maior compra centralizada que o Ministério já realizou, com a aquisição de 300 mil equipamentos de informática, avaliados em cerca de R$ 1,5 bilhão, para 523 unidades de compras que manifestaram interesse na compra dos itens. Com a ação, o governo estima que serão economizados cerca de R$ 420 milhões.

Os itens irão não somente atualizar os equipamentos já utilizados pelos servidores em suas atividades atuais, como também facilitar a adoção do teletrabalho. “Esta contratação é estratégica, pois é um investimento que o governo está fazendo para disponibilizar aos servidores as ferramentas necessárias para que eles possam fazer um bom trabalho de qualquer lugar. É essencial que o servidor preste serviço público com excelência, seja presencialmente no seu órgão ou de forma remota, das mais diversas localidades”, explica Cristiano Heckert, secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do ME.

Com o modelo de centralização de compras será possível adquirir os equipamentos com preços iguais para órgãos grandes e pequenos, ou seja, assegurar para todos a economia de escala e a padronização dos itens. A iniciativa diminui o esforço que todos os órgãos demandam sobre os seus processos, já que o Ministério da Economia irá absorver a condução da licitação e desonerar os demais órgãos do Executivo federal para que concentrem seus recursos financeiros e de pessoal em atividades finalísticas.

A previsão é que o edital de licitação seja publicado no início de outubro. Os órgãos que não manifestaram interesse em participar da licitação no prazo definido anteriormente poderão realizar adesão tardia (carona) uma vez para cada item registrado na ata de registro de preços. Todos os equipamentos terão garantia técnica do fabricante pelo prazo mínimo de 60 meses, exceto baterias de notebooks, que contarão com garantia de 36 meses e suporte técnico em todas localidades do Brasil.

Redação do Jornal Opinião Goiás. E-mail: [email protected]

Continue lendo
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário em Login

Deixe uma resposta