Jornais de Goiânia – Zuckerberg do Facebook enfrenta reação dos funcionários por comentários de protesto de Trump

Os colaboradores do Facebook criticam a decisão do CEO Mark Zuckerberg de não agir de acordo com os comentários do presidente Donald Trump sobre os protestos dos EUA que foram divulgados no Twitter, elogiando a empresa rival de mídia social por agir e repreendendo seu próprio empregador.

Classificar post
Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo