conecte-se conosco

Destaque

Covid-19 e Idosos

Publicada

em

Devido à pandemia que estamos vivendo, é importante o cuidado redobrado, especialmente em relação aos idosos, que estão em situação mais vulnerável frente às consequências da doença Covid-19. Isso se deve à fragilidade, às doenças coexistentes e a imunossenescência (processo de queda da imunidade pelo envelhecimento fisiológico).

Já estão exaustivamente veiculados pela imprensa e pelas redes sociais as medidas de prevenção. Não podemos subestimar a alta transmissibilidade do vírus. Por isso, não é demais reforçar a necessidade constante de lavar as mãos, limpar objetos de uso frequente com álcool 70%, policiar-se para não tocar os olhos e nariz aleatoriamente, evitar ao máximo o contato com aglomerações, especialmente evitar o contato com pessoas com sintomas respiratórios. Ao adentrar a casa, importante ter um ambiente para deixar roupas e sapatos e, idealmente, tomar banho e trocar a vestimenta, antes de ter contato com o idoso, quando isso é inevitável (como acontece com os cuidadores, por exemplo).

É muito importante ressaltar que nem todo sintoma respiratório deve motivar a procura de um pronto socorro. Tosse seca, falta de ar, febre, dor no corpo e queda do estado geral são os sintomas mais comuns. A diarreia, apesar de menos comum, pode ocorrer e precipitar desidratação.  Mas, como em outras situações, o idoso pode apresentar sinais atípicos, como confusão mental e queda. Esses sintomas atípicos, além de queda do estado geral, febre e falta de ar, são sinais de alarme e indicam a necessidade de atendimento médico.

Por outro lado, diante deste contexto novo e desafiador da pandemia, também não podemos subestimar a descompensação de outras doenças e negligenciar o cuidado ao idoso frágil e com multimorbidades. O idoso, portanto, torna-se vulnerável a complicações do Covid- 19 e à insuficiência dos serviços de saúde. Por isso é de vital importância para os idosos o rigor na manutenção do tratamento de doenças crônicas, o cuidado com a hidratação e com a alimentação.

 

Projeto Cuidar

Geriatra

Dra Eliza de Oliveira Borges

CRM-GO 14388 RQE: 9751

 

 

Agende sua consulta!

Contato: (62) 3218-5034

Endereço: Viva Bem – Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

CEP: 74935-210

Site: https://geriatriagoiania.com.br

 

 

Sobre a Dra Eliza de Oliveira Borges

– Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Goiás;

– Residência em Clínica Médica pelo Hospital de Urgências de Goiânia;

– Residência em Geriatria pelo Hospital de Urgências de Goiânia;

– Titulada em Geriatria pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG);

– Pós-graduação em Cuidados Paliativos pelo Instituto PalliumLatinoamérica / Medicina Paliativa, Buenos Aires- Argentina;

– Preceptora da Residência de Clínica Médica do Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Integrante do Núcleo de Apoio ao Paciente Paliativo (NAPP), Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Secretária Geral na Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia Seção Goiás.

Dra. Eliza de Oliveira Borges é geriatra e fundadora do Projeto Cuidar – Geriatria Goiânia (https://geriatriagoiania.com.br). CRM-GO: 14388 RQE: 9751. Os artigos são de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do veículo, sendo de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Continue lendo
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário em Login

Deixe uma resposta

TV Opinião Goiás