Connect with us

Destaque

Jornal Opinião Goiás – Tribunal da Colômbia investiga supostas ligações do ex-presidente Uribe com hackers

# Jornal Opinião Goiás

Published

on

Jornal Opinião Goiás - Tribunal da Colômbia investiga supostas ligações do ex-presidente Uribe com hackers

O Supremo Tribunal da Colômbia disse nesta terça-feira que investigará as possíveis conexões do ex-presidente Álvaro Uribe com um escândalo envolvendo espionagem militar supostamente contra jornalistas, políticos e juízes.

O ataque, que veio à tona em janeiro, levou à deposição de 11 oficiais militares não identificados e à renúncia de um general. O chefe das forças armadas prometeu responsabilizar os envolvidos.

Nos últimos anos, houve repetidos escândalos de hackers envolvendo militares colombianos, incluindo acusações de espionagem de negociadores em negociações de paz com os rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

Investigações anteriores ainda não levaram a condenações.

Uribe, uma figura polarizadora que agora é senador, tem sido repetidamente investigado por vários crimes, incluindo supostas violações de testemunhas.

“Com base em uma acusação, o Supremo Tribunal abriu uma investigação preliminar contra o senador Alvaro Uribe, como possível destinatário de informações de espionagem ilegal por inteligência militar em 2019”, afirmou o tribunal no Twitter.

Uribe, que foi presidente de 2002 a 2010, rejeitou a investigação.

“Outra investigação preliminar por causa de um covarde anônimo que diz que sou o beneficiário dos relatórios”, disse ele no Twitter.

“Por causa dessa mesma pessoa anônima, outro magistrado me investigou desde janeiro no caso do hacker de 2014”, disse Uribe, referindo-se a um escândalo de hackers envolvendo a eleição presidencial daquele ano.

Uma das supostas vítimas de hackers é um ex-secretário da presidência que trabalhou em estreita colaboração com o presidente Ivan Duque, um protegido de Uribe.

Duque e seu ministro da Defesa rejeitaram a suposta espionagem e disseram que a conduta ilegal nas forças armadas não seria tolerada.

Redação do Jornal Opinião Goiás.

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

TV Opinião Goiás