Jornal Opinião Goiás – Abate de bovinos caiu 8,2 por cento no quarto trimestre de 2021, enquanto aves caiu 1,2 por cento

De acordo com os resultados preliminares da Estatística de Produção Pecuária divulgado hoje (10/02) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o abate de bovinos diminuiu 8,2% no quarto trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, o abate de frangos diminuiu 1,2 por cento e o abate de suínos aumentou 5,8 por cento.

Dados preliminares mostram que neste trimestre foram vendidas 6,77 milhões abates de gado, e 13,29 milhões abates de suínos e 1,54 bilhão abates de frango.

O abate de bovinos caiu 2,5 por cento em relação ao terceiro trimestre do ano passado. O abate de suínos diminuiu 3,2 por cento, enquanto o abate de frangos apresentou variação positiva de 0,3 por cento.

No quarto trimestre de 2021, do abate total de bovinos, os resultados preliminares mostraram que a produção de abates de bovinos foi de 1,87 milhão de toneladas, uma queda de 5,7 por cento em relação ao ano anterior e uma redução de 0,8 por cento em relação ao ano anterior. Comparado com o terceiro trimestre de 2021.

Segundo o IBGE, as compras de leite cru produzido pelos órgãos de fiscalização sanitária municipal, estadual ou federal foram de 6,42 bilhões de litros, queda de 5,7 por cento em relação ao quarto trimestre de 2020 e alta de 3,6 por cento em relação ao trimestre anterior.

A produção de ovos de galinha atingiu 977,6 milhões de dúzias, queda de 1,8 por cento em relação ao ano anterior e queda de 2,4 por cento em relação ao ano anterior.

O levantamento mostrou ainda que os curtumes que fizeram curtimento de, pelo menos, 5 mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano informaram ter recebido 7,08 milhões de peças inteiras de couro cru no primeiro trimestre de 2022. Esse número foi 8,2 por cento menor em relação à registrada no quarto trimestre de 2020 e 3,9 por cento em comparação ao trimestre anterior.

 

Informação: Agência Brasil

5/5 - (1 vote)
Mostre mais

# Lopes Junior

Lopes Junior é colunista convidado de São Paulo, especialista em economia, mercado, agronegócio, Brasil e mundo. Os artigos são de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do veículo.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo