conecte-se conosco

Brasil

Jornais de Goiás – Proibida exportação de produtos médicos enquanto durar emergência em saúde pública

Publicada

em

Já está valendo a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro  que proíbe a exportação de produtos médicos durante a pandemia. Entre esses produtos estão luva, avental, óculos de proteção, gorro, máscaras cirúrgicas, ventilador pulmonar mecânico, monitores e camas.

O projeto foi aprovado, em definitivo, pela Câmara dos Deputados no dia 31 de março. A medida vale enquanto durar a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus.

O objetivo é garantir a proteção da população brasileira durante a emergência sanitária provocada pela Covid-19. A estratégia segue as orientações da Organização Mundial de Saúde. A lei só pode ser revogada, caso fique comprovado que a exportação desses produtos não vai prejudicar o atendimento aos brasileiros.

EBC. Os artigos são de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do veículo, sendo de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Continue lendo
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário em Login

Deixe uma resposta