Connect with us

Brasil

Jornal de Goiás – DF decreta ­estado de calamidade pública e suspende cirurgias mais simples até 10 de julho

# EBC

Published

on

Jornal de Goiás - DF decreta ­estado de calamidade pública e suspende cirurgias mais simples até 10 de julho

No início de junho, o Distrito Federal tinha pouco mais 10 mil casos e 170 mortes pela Covid-19. Agora no fim do mês, já são quase 45 mil confirmações e mais de 500 óbitos. A ocupação de leitos de UTI para esses casos só aumenta. Atualmente, quase 70% já estão com pacientes.

O cenário fez o governo local decretar nesta segunda-feira (29) estado de calamidade pública enquanto durar a pandemia. Mas o que isso significa? Na prática, o documento é um pedido de socorro ao governo federal por mais materiais e recursos na luta contra o novo coronavírus.

Com isso, o DF pode ter acesso a mais verbas do Ministério do Desenvolvimento, e destinar recursos que não estavam previstos para o combate à pandemia, descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal de 2020.

Para aumentar a quantidade de leitos de UTI para casos da Covid-19, as cirurgias que não são de urgência foram suspensas até 10 de julho. Apenas procedimentos oncológicos, cardiovasculares e transplantes vão continuar; os demais deverão ser remarcados. A expectativa é que a medida garanta mais 14 leitos de UTI para atendimentos de pacientes com Covid-19.

Outra mudança no combate à pandemia no DF já está em vigor. Agora, os testes para detectar o novo coronavírus são realizados em qualquer posto de saúde, não mais em unidades drive thru. Mas a governo local pede que apenas as pessoas com sintomas façam os exames. Os assintomáticos devem ficar em casa, em isolamento.

EBC

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

TV Opinião Goiás