Connect with us

Brasil

Jornal de Goiás – Comissão da Câmara debate testagem, atendimento a pacientes e medicamentos contra a Covid-19

# EBC

Published

on

Jornal de Goiás - Comissão da Câmara debate testagem, atendimento a pacientes e medicamentos contra a Covid-19

O Brasil tem testes suficientes para detectar a Covid-19 neste momento, mas faltam insumos e pessoal capacitado para realizar os exames, informou, nesta quarta-feira (20), o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira.

A expectativa é que o país tenha, até o final de maio, 16,5 milhões testes para a Covid-19 distribuídos. Um dos insumos em falta, citado pelo secretário, é o swab, que é o cotonete usado para coletar a saliva na garganta do paciente.

Segundo levantamento do site World O Meter, o Brasil fez pouco mais de 3,4 mil testes para cada 1 milhão de habitantes. Nos Estados Unidos são mais de 38 mil testes para cada 1 milhão de pessoas. No Chile, são mais de 20 mil pessoas testadas para cada 1 milhão.

Também participou do encontro, na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (20), a representante do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, Natália Pasternak. A especialista alertou que não existem evidências científicas suficientes para nenhum medicamento contra a Covid-19.

Também participou, da Comissão Externa da Câmara para a prevenção ao coronavírus, Fábio Gomes, o representante do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, que reúne os governos da região. O cientista se mostrou preocupado com a interiorização do vírus no sertão nordestino, região com menor capacidade de oferecer assistência aos doentes.

Já o representante do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Leonardo Vilela, cobrou dos parlamentares uma regulamentação para uma possível implementação da fila única para pacientes com a Covid-19. A proposta é de usar os leitos públicos e privados de acordo com a ordem de chegada dos doentes que precisarem de uma UTI.

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

TV Opinião Goiás