Portal Opinião Goiás: ESCOLAS E EDUCAÇÃO DE QUALIDADE FAZEM MAL AO MODO COMUNISTA E POPULISTA DE GOVERNAR

Opinião Pública: ESCOLAS E EDUCAÇÃO DE QUALIDADE FAZEM MAL AO MODO COMUNISTA E POPULISTA DE GOVERNAR

A cada reportagem que  vimos, eu como outros que usam o córtex cerebral, nosso órgão pensante, devem se não chocados, ficar aborrecidos e preocupados com mais uma daquelas notícias de dar engulho e tristeza só de pensar no seu impacto para o país. Trata-se de uma matéria  exibida, recentemente,  pela TV anhanguera sobre as escolas públicas de Goiânia. Como  de resto todas as noticias sobre a quantas anda nossa Educação Pública.  Quando nós imaginamos que o cenário anda ruim, quando o assunto é educação, vendo o estado dos imóveis e mobiliário que abrigam nossas crianças e adolescentes para estudar, a situação é muito pior do que o imaginado. Um autêntico cumprimento das profecias de Murphy. Os locais e prédios das escolas mostrados numa ótima matéria jornalista da referida emissora mais parecem locais de penitência ou casas assombradas e abandonadas.

São cenários que lembram muita coisa lúgubre, ruim, menos qualquer incentivo ao aprendizado e educação. Relembrando alguns itens: alguns estabelecimentos não têm água potável. Água para consumo humano e preparo de alimentos é retirada com uma mangueira de PVC de uma cisterna onde não se vê que tipo de outro conteúdo tem naquele reservatório. Noutros imóveis há uma “faltura” de tudo. Falta biblioteca, faltam carteiras para os estudantes, falta merenda escolar, faltam professores. Faltam até autoridades nas escolas para as explicações de praxe.

Fazendo uma análise administrativa e ideológica  de quem nos governa têm razão os nossos mandatários. Se alguém discorda, o que é um direito político e constitucional  de qualquer dissidente, senão vejamos: o que faz uma boa escola e uma educação de qualidade? Formar bons cidadãos. O que é um bom cidadão? Um sujeito livre, de livre pensamento e expressão. Um indivíduo de senso crítico e capaz de bem eleger os seus representantes no congresso ou os governos de sua comunidade, Estados e União. Então, novamente a pergunta. Os atuais mandatários da nação, houvessem eleitores bem educados e críticos, seriam eleitos? Nunca dos nuncas.

Para melhor entender o que pensam nossos atuais governantes; nossos esquerdo-comunistas do partido dos trabalhadores (PT), eu fui buscar a ajuda de uma doutrina, ela já de todos conhecida para mais de dois séculos, a doutrina espírita. Isto mesmo. O espiritismo além de religião é considerado uma doutrina, uma conexão com aqueles que já se foram para a outra dimensão.

E então eu comecei a imaginar quem no passado poderia me fazer uma leitura não labial, mas ideológica, de nossos petecomunistas que regem nossa economia, nossa saúde, o ministério da Educação e cultura (MEC), enfim a educação de nossas crianças e jovens; potenciais eleitores dos mesmos atuais mandatários da nação cujo desejo maior, é notório, seria a perpetuação no poder. É o caso por exemplo de nosso ex(ou atual) presidente Lula, da ainda presidenta Dilma Rousseff etc. Pode parecer esdrúxulo, mas temos atualmente dois presidentes, uma Dilma no papel de fantoche, e outro que manda tudo, o operante e falante Lula da Silva. O pior é que não há mangueiras e esguichos de lava-jato que lavem as sujeitas que o rodeiam.

Lembrei-me então de alguns luminares comunistas e socialistas como Karl Marx, Iosif Stalin , Wladimir Lenin. Dentre esses, o espírito de Stalin me causou melhor impacto e convencimento. Em concisão, sua preleção do modo comunista ou esquerdo-socialista de governar. Ei-las:

-Governar, ponderou o grande comunista,  é manter as massas de gente no máximo da pura ignorância. Quanto mais broncas e ignaras forem as pessoas melhor para quem governa. Assim basta dar a essas pessoas um pouco de pão, talvez um pouco de circo ou futebol. Pessoas escoladas e instruídas fazem mal à nação, ao nosso projeto de poder e corremos o risco de perder as eleições e nossos assentos nos palácios de governo.

É isto aí. Nada mais lúcido do que as instruções do comunista-mor de todos os tempos, o ainda saudado Stalin.

– Gente com boa escolaridade, continua o mestre comunista, gente  bem informada, faz muito mal com seu senso crítico aos governos. O que um governante esquerdo-socialista precisa não é de gente de discernimento, que conhece os seus direitos; mas de uma massa parva e tarda em pensamentos, que não pensa por si mesma.

– Por isso quanto mais analfabetos, mais fome zero e outras bolsas-esmolas, mais chance do poder de nossos irmãos aí no Brasil e alhures.

 Pronto, estão aí as razões e utilidades de tantos iletrados  em terras brasis governada pelos próceres do PT. Falou e disse nosso maior ditador em espírito, o  comunista de ontem e de hoje,  sr Josef  Stalin.

João Joaquim – médico – articulista – www.jjoaquim.blogspot.com

Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar