Connect with us

Brasil

Polícia Federal reprime caça ilegal em reservas, no Rio de Janeiro

A Polícia Federal faz nesta segunda-feira uma operação para reprimir a caça de animais silvestres em duas Reservas Ambientais no estado do Rio de Janeiro.

No balanço parcial, divulgado às 10h, oito pessoas tinham sido presas em flagrante, com armas, pássaros e carnes de animais abatidos.

Denominada Prohibitus, a operação, em conjunto com o Ministério Público Federal e o ICMBio, com apoio do Batalhão de Operações com Cães, cumpre 18 mandados de busca e apreensão contra um grupo criminoso suspeito de caçar nas reservas biológicas de Poço das Antas e União, além da Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio São João/Mico-Leão-Dourado, localizadas na região de Silva Jardim, Casimiro de Abreu e Rio Bonito. Dezenas de cães de caça foram apreendidos.

Em nota, a Polícia Federal informou que a investigação, que teve início há quatro meses, comprovou a intensa atividade de caça que o grupo exerce nas reservas florestais, com o abate de dezenas de animais silvestres por semana para consumo próprio e para comercialização.

Os envolvidos poderão responder por crime ambiental e posse de arma de fogo de uso não permitido.

Advertisement