AgronegócioDestaqueManchetesMundoNotícias

Jornal Opinião Goiás – França facilita regras sobre estoques de vinho para mitigar riscos climáticos

Nuvens tempestuosas são vistas acima das vinhas da área de Medoc, em 3 de junho de 2018 perto de Pauillac, sudoeste da França

As vinícolas francesas serão autorizadas sob novas regras para reter mais de sua produção a cada ano para protegê-las caso as colheitas sejam danificadas por condições climáticas extremas, incluindo tempestades e secas.

A medida ocorre depois que uma série de fortes tempestades de granizo afetou os campos em toda a França em maio, o mais recente de uma série de perdas relacionadas ao clima que muitos produtores atribuem à mudança climática.

O Instituto Nacional de Origem e Qualidade (INAO), que estabelece as regras que regem as prestigiadas denominações de vinhos francesas, disse quinta-feira que os produtores de vinhos tintos e brancos poderão estocar 20 por cento de sua produção anual, num total de 50 por cento. um período de três anos.

Anteriormente, eles foram autorizados a manter apenas 10 por cento de suas ações.

“Esta decisão reforçará a resiliência dos vinhedos contra os riscos recorrentes do clima, ao desempenhar um papel semelhante ao seguro agrícola”, disse o INAO e o principal funcionário do governo do departamento de Gironde, que inclui Bordeaux.

As regras de armazenamento foram originalmente implementadas em toda a França a partir de 2013, para garantir que as vinhas teriam reservas caso a qualidade ou a quantificação fossem sofridas por uma determinada safra.

Vinhos de sobremesa e champanhe não foram incluídos no programa.

Mas o INAO disse que as novas regras agora serão testadas para produtores de três denominações de vinhos doces: Sauternes, Barsac e Monbazillac – este último um par popular com o foie gras.

Um aumento nas geadas precoces e secas de verão afetaram os viticultores, bem como os produtores de alimentos na França e em outros lugares da Europa nos últimos anos, muitas vezes causando picos de preços para os consumidores.

A produção de vinho da Europa caiu para níveis não vistos desde a Segunda Guerra Mundial, no ano passado, quando o clima extremo atingiu os principais produtores italianos, franceses, espanhóis e alemães, disse o principal sindicato dos agricultores em outubro do ano passado.

Uma mola de frio na região de Bordeaux no ano passado, por exemplo, reduziu a colheita de 2017 em 40%.

Jornal Opinião Goiás – França facilita regras sobre estoques de vinho para mitigar riscos climáticos
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# Anne Cardoso

Anne Cardoso - Editora, colunista e também responsável pela gestão das redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *