CinemaDestaqueMagazineManchetes

Jornal Opinião Goiás – Emmy realiza 70ª edição marcada por disputa entre ‘Game of Thrones’ e ‘The Handmaid’s Tale’

A atriz indicada para o Emmy de melhor coadjuvante de série de drama por "The Handmaid's Tale", Yvonne Strahovski, em sua chegada ao Microsoft Theatre, em Los Angeles, em 17 de setembro de 2018

A 70ª edição dos prêmios Emmy, equivalente televisivo do Oscar, começou na noite desta segunda-feira com um número musical que brincou com o tema da diversidade em Hollywood e com a onipresente questão do assédio sexual na indústria do entretenimento.

Os atores e indicados pelo “Saturday Night Live” Kate McKinnon e Kenan Thompson lideraram a atuação, com música e dança, em que participaram as estrelas do pop John Legend e Ricky Martin, assim como o ator Sterling K. Brown e RuPaul.

Na cerimônia, que é celebrada em Los Angeles, “Game of Thrones”, a série dramática mais premiada da televisão, e “The Handmaid’s Tale” disputam os principais prêmios da noite.

Também disputarão o prêmio de melhor drama a série de espiões durante a Guerra Fria “The Americans”, a série sobre a monarquia britânica “The Crown”, a atrevida “Stranger Things”, o drama familiar “This Is Us” e a de ficção científica “Westworld”.

Sem “Veep” na disputa, “Atlanta” aparece como candidata para levar a estatueta de melhor comédia da competição.

Na entrega dos prêmios de comédia, “The Marvelous Mrs. Maisel” já levou quatro das sete estatuetas em disputa.

Henry Winkler ganhou como melhor ator coadjuvante de comédia por “Barry”, e se uniu a Bill Hader, prêmio de melhor ator principal na categoria.

As estrelas da televisão americana começaram a chegar duas horas antes do início da cerimônia do chamado “Oscar da televisão” em Los Angeles, onde serão anunciados os vencedores das principais categorias, incluindo de melhor série dramática que “The Handmaid’s Tale” (Hulu) venceu no ano passado e “Game of Thrones” (HBO), nos dois anos anteriores.

“Poderíamos ter feito 11, 12, 13 temporadas, mas acho que eles (David Benioff e Weiss D.B.) queriam ter uma vida”, disse o criador do universo de GoT, George R.R. Martin, ao chegar ao Microsoft Theatre, onde a cerimônia começará às 17h00 locais (21h00 de Brasília).

A série “Game of Thrones”, que acompanha a disputa de nobres famílias pelo controle dos Sete Reinos, não participou da última edição do Emmy porque a sua sétima temporada estreou depois do encerramento do prazo de candidatura.

Sua última temporada do programa de ficção mais premiado da história do Emmy é aguardada para o ano que vem.

O site de previsões Gold Derby dá novamente como vencedora do maior prêmio da noite (melhor série dramática) “The Handmaid’s Tale”, e também coloca a sua protagonista, Elisabeth Moss, revalidando o título de melhor atriz.

Baseado no romance de Margaret Atwood, “O conto da Aia”, a série sobre um regime teocrático no qual as mulheres são submetidas ao seu papel reprodutor.

A série “é uma versão extrema do que a maioria das mulheres nos Estados Unidos teme”, mas “se ganhar não será porque estamos na era do #MeToo, mas porque é realmente boa”, declarou Sasha Stone, fundadora do site especializado Daily Awards.

Entretanto, GoT “pode vencer porque tem um carinho generalizado”, acrescentou a especialista, destacando que o programa “colocou seu centro de poder nas mãos das mulheres”.

Além disso, disputam o prêmio de melhor drama a série de espiões durante a Guerra Fria “The Americans”, a série sobre a monarquia britânica “The Crown”, a jovem “Stranger Things”, o drama familiar “This Is Us” e o western de ficção científica “Westworld”.

Sem “Veep” na competição, “Atlanta” aparece como favorita para levar a estatueta de melhor comédia desta competição.

– Obrigada, Nike –

Entre os smokings e os vestidos longos, a atriz Jenifer Lewis (Black-ish) teve um destaque especial, pois chegou ao Microsoft vestindo moletom e tênis da marca Nike para “aplaudir” a campanha protagonizada por Colin Kaepernick, um jogador da NFL e figura do movimento Black Lives Matter, que despertou a ira do presidente Donald Trump e de seus partidários.

“O que posso fazer que tenha um significado? Vestirei Nike, vestirei Nike para dizer obrigada. Obrigada por liderar a resistência”, disse à revista Variety.

Também espera-se a chegada da espanhola Penélope Cruz, indicada pela primeira vez por sua estreia na televisão: “American Crime Story: O assassinato de Gianni Versace”, na qual interpreta a irmã do estilista, Donatella.

O venezuelano Édgar Ramírez, que vive Versace; seu amante interpretado por Ricky Martin; e seu assassino, Darren Criss, também foram indicados.

Antonio Banderas foi indicado por seu papel de Pablo Picasso para a NatGeo.

É provável que o movimento #MeToo, que completa quase um ano, volte a ter protagonismo na cerimônia, uma semana depois que o poderoso presidente da CBS, Les Moonves, renunciou após acusações de má conduta sexual.

Trump talvez também seja mencionado, embora um dos anfitriões, Colin Jost, tenha dito que esperava um Emmy “menos políticos do que o normal”.

Jornal Opinião Goiás – Emmy realiza 70ª edição marcada por disputa entre ‘Game of Thrones’ e ‘The Handmaid’s Tale’
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# AFP

AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *