BelezaDestaqueMagazineManchetesModa

Jornal Opinião Goiás – Burberry rejuvenesce em Londres com a primeira coleção de Tisci

Modelo apresenta criação da marca Burberry durante a Semana de Moda de Londres, em 17 de setembro de 2018

O novo estilista da marca britânica Burberry, o italiano Riccardo Tisci, rejuvenesceu o famoso e emblemático trench coat da grife, com inspiração no streetwear de luxo, nessa segunda-feira na Semana de Moda de Londres.

O primeiro desfile para Burberry desse estilista de 44 anos foi um dos momentos mais esperados de evento londrino de coleções primavera/verão 2019.

Com 800 convidados e a banda de trip-hop Massive Attack como trilha sonora, o desfile aconteceu em um antigo centro dos correios em obras de renovação, como uma metáfora da mudança buscada pela Burberry com a chegada de Tisci, que já conheceu o sucesso como estilista da Givenchy.

Para essa estreia com o peso-pesado da moda britânica, o criador italiano inovou com uma gama de vestidos de noite em malha, algo antes impensável no catálogo da marca.

Pretos, sóbrios, longos e fluidos, alguns com pequenas lantejoulas, esses vestidos encarnam o luxo refinado que é um pontos altos da nova estratégia da Burberry.

Outra novidade foi a inspiração no streetwear e em Londres, onde o estilista forjou seu sentido estético como estudante da famosa escola de moda Central Saint Martins.

O resultado são corpetes, leggings e minissaias com estilo muito mais chamativo e urbano, especialmente para os homens, que desfilaram shorts com o famoso tartã “check” em bege, preto e vermelho da Burberry.

“Pensei muito nas viagens quando comecei a conceber minha primeira coleção para Burberry. Em meu retorno pessoal a Londres, 20 anos depois de ter apresentado minha coleção de graduação aqui. Quando caminho eu percorri”, disse Tisci. “Também me inspirei na evolução de Londres, a cidade que me fez sonhar com ser estilista”.

“Esse desfile é uma celebração de culturas, de tradições e de códigos dessa marca de moda histórica e do ecletismo que constitui a beleza da diversidade do Reino Unido”, acrescentou.

A chegada de Riccardo Tisci, que em março substituiu Christopher Bailey, é uma amostra da vontade de renovação da marca britânica fundada em 1856 cujo controle passou no ano passado para as mãos de Marco Gobbetti, outro italiano, após resultados financeiros em baixa.

– Geometria no vestir –

Com um estilo muito diferente, a sérvia Roksanda Ilincic propôs, no ritmo do reggae no Kensington Gardens, uma coleção inspirada nas artes gráficas com estampas abstratas que por vezes lembram os grandes pintores do século XX, como Picasso, Miró e Matisse, e que ela aplica em camisetas, vestidos e calças.

A estilista cultiva há anos uma visão refinada e quase geométrica do vestuário feminino, herança dos anos em que estudava arquitetura em Belgrado.

Um dos destaques é um longo vestido tubinho com uma delicada estampa alternando retângulos coloridos, realçados por listras finas em preto na gola e nas mangas.

A modelagem é pura e controlada, fluida e cômoda, marcas da estilista, conhecida por vestir estrelas como Emma Stone, Cate Blanchet e Kate Middleton, duquesa de Cambridge.

Do tom de cúrcuma ao vermelho-papoula passando pelo amarelo-limoncello – cor de um licor feito de limão italiano – sua paleta é “luminosa” e “picante”, disse a estilista após o desfile.

A Semana de Moda de Londres, que desde a última sexta-feira apresentou suas famosas marcas britânicas e internacionais, de VB de Victoria Beckham até a espanhola Delpozo, fecha suas portas nessa terça-feira.

Jornal Opinião Goiás – Burberry rejuvenesce em Londres com a primeira coleção de Tisci
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# AFP

AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *