DestaqueEconomiaManchetesMundo

Jornal Opinião Goiás – Barnier da UE dispara novo aviso em junho sobre prazo Brexit

Principal negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier disse que "o relógio está correndo" para a Grã-Bretanha resolver sua fronteira pós-Brexit com a Irlanda.

O negociador da União Européia, Michel Barnier, alertou a Grã-Bretanha na segunda-feira a resolver a questão da fronteira pós-Brexit com a Irlanda em junho, afirmando que houve pouco movimento desde que os líderes se reuniram pela última vez em março.

“Acho que ninguém deve subestimar o ponto de encontro chave de junho”, disse Barnier, da França, em uma conferência de segurança em Bruxelas. “Porque, como eu sempre disse, o relógio está correndo.”

Barnier disse que “os dois pontos-chave em que há risco de fracasso” é a questão irlandesa e a governança de qualquer acordo futuro do Brexit, que, segundo a Grã-Bretanha, deve estar fora das mãos do principal tribunal da UE.

A UE diz que a Grã-Bretanha deve concordar com uma solução viável para a questão de como evitar uma fronteira difícil entre a Irlanda, membro da UE, e a província britânica da Irlanda do Norte na cúpula de 28 e 29 de junho.

Bruxelas definiu o cronograma apertado para que um acordo de divórcio completo possa ser apresentado até outubro, para dar aos parlamentos europeus e britânicos o tempo para ratificá-lo no dia em que a Grã-Bretanha deixar o bloco em 29 de março de 2019.

Durante uma reunião de ministros dos restantes 27 países da UE, “o senhor Barnier informou-nos que desde 23 de Março não se registaram progressos significativos”, afirmou a ministra búlgara das Relações Exteriores, Ekaterina Zaharieva.

– Controle de fronteira –

Líderes da UE concordaram na cúpula de março sobre um período de transição pós-Brexit que durará até o final de 2020, durante o qual a Grã-Bretanha permanecerá no mercado comum da UE em troca de seguir as regras da UE sem nenhum direito a voto.

Barnier disse mais tarde que houve “um pequeno progresso, não muito pequeno”, mas advertiu que mais era urgentemente necessário.

Londres se comprometeu a evitar uma “fronteira difícil” com postos de controle entre a Irlanda do Norte e a Irlanda, que todos os lados concordam que é vital manter os acordos de paz da Sexta-Feira Santa de 1998.

Mas a Grã-Bretanha também disse que não entrará em uma união aduaneira com a UE pós-Brexit e foi instada a encontrar uma solução para conciliar as duas posições.

A UE sugeriu uma proposta de “recuo”, em que apenas a Irlanda do Norte permaneceria em uma união alfandegária com a UE pós-Brexit, mas Londres afirma que efetivamente criaria uma fronteira entre a Irlanda do Norte e o resto do Reino Unido.

Barnier e a chefe de política externa da União Européia, Federica Mogherini, receberam propostas britânicas sobre uma futura parceria de segurança com a UE.

O acordo pode incluir negociações regulares de política externa entre a União Européia e a União Européia, cooperação em missões militares e de ajuda, cooperação em projetos de defesa e compartilhamento de inteligência, disse Barnier.

Mas ele reiterou que a Grã-Bretanha não pode participar do programa de satélites Galileo da UE, apontando que a própria cidade de Londres aprovou as regras da União Européia dizendo que países fora do bloco não poderiam estar envolvidos.

Jornal Opinião Goiás – Barnier da UE dispara novo aviso em junho sobre prazo Brexit
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# Anne Cardoso

Anne Cardoso - Editora, colunista e também responsável pela gestão das redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *