CiênciaDestaqueGoiâniaGoiásManchetes

Jornal Opinião Goiás – A Nasa planeja enviar mini-helicóptero para Marte

O Mars Helicopter da NASA, um pequeno helicóptero autônomo, viajará com a missão Mars 2020, prevista para ser lançada em julho de 2020, para demonstrar a viabilidade de veículos mais pesados ​​que o ar no Planeta Vermelho.

A agência espacial norte-americana disse na sexta-feira que planeja lançar o primeiro helicóptero a Marte em 2020, um helicóptero miniatura, não-tripulado, que poderia impulsionar nossa compreensão do Planeta Vermelho.

Conhecido simplesmente como “O helicóptero marciano”, o dispositivo pesa menos de quatro libras (1,8 kg), e sua seção principal do corpo, ou fuselagem, é aproximadamente do tamanho de uma bola de futebol.

Ele será anexado à barriga do Mars 2020, um robô de rodas que visa determinar a habitabilidade do ambiente marciano, procurar sinais da vida antiga e avaliar os recursos naturais e os perigos para futuros exploradores humanos.

A Mars 2020 está prevista para ser lançada em julho de 2020 com uma chegada à superfície de Marte prevista para fevereiro de 2021.

“A NASA tem uma orgulhosa história dos primeiros”, disse Jim Bridenstine, administrador da NASA, em um comunicado.

“A idéia de um helicóptero voando pelos céus de outro planeta é emocionante.”

Nenhuma nação jamais voou em um helicóptero em Marte antes.

– atmosfera fina –

O empreendimento começou em agosto de 2013 como um projeto de desenvolvimento de tecnologia no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Para voar na fina atmosfera de Marte, o helicóptero espacial deve ser super leve, mas o mais potente possível.

“O recorde de altitude de um helicóptero voando aqui na Terra é de cerca de 40.000 pés (12.100 metros)”, disse Mimi Aung, gerente de projeto da Mars Helicopter no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

“A atmosfera de Marte é apenas um por cento da da Terra, então quando nosso helicóptero está na superfície marciana, já está no equivalente da Terra a 30.000 metros”, acrescentou ela.

Engenheiros construíram as duas lâminas antiderrotantes do helicóptero para “penetrar na fina atmosfera marciana a quase 3.000 rpm – cerca de 10 vezes a taxa de um helicóptero na Terra”, disse um comunicado da Nasa.

O helicóptero é equipado com “células solares para carregar suas baterias de íons de lítio e um mecanismo de aquecimento para mantê-lo aquecido nas frias noites de Marte”.

Os controladores da Terra comandarão o helicóptero Mars, projetado para receber e interpretar comandos do solo.

Planos estão sendo feitos para um teste de vôo de 30 dias, com cinco vôos indo cada vez mais incrementados a cada vez, até algumas centenas de jardas (metros).

Seu primeiro vôo exige uma breve subida vertical de 10 pés (três metros), seguida por um minuto e meio de espera.

A Nasa considera o helicóptero uma “demonstração de tecnologia de alto risco e alta recompensa”.

Se for bem-sucedido, pode ser um modelo para explorar as futuras missões de Marte, capazes de acessar lugares que os robôs não podem alcançar.

Se falhar, isso não afetará a missão de Marte 2020.

“A capacidade de ver claramente o que está além do próximo morro é crucial para futuros exploradores”, disse Thomas Zurbuchen, administrador da NASA para a diretoria da missão científica.

“Nós já temos ótimas visões de Marte tanto da superfície quanto da órbita. Com a dimensão adicional de uma visão panorâmica de um ‘telescópio’, podemos apenas imaginar o que futuras missões alcançarão.”

Jornal Opinião Goiás – A Nasa planeja enviar mini-helicóptero para Marte
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *