Jornal de Goiás – EUA sancionam agência de contrainteligência da Venezuela após morte de capitão da Marinha

Os Estados Unidos impuseram sanções nesta quinta-feira contra a agência de contrainteligência militar da Venezuela após a morte de um capitão da Marinha sob sua custódia em meio a alegações de tortura.

O Tesouro dos EUA disse em seu site que sancionou o Diretoria Geral de Contrainteligência Militar, mas não deu outros detalhes.

O governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, confirmou a morte de Rafael Acosta em 29 de junho. Acosta foi detido oito dias antes por suposta participação em um plano de golpe.

Organizações de direitos humanos e líderes políticos acusaram o governo Maduro de torturar Acosta até a morte e de se recusar a esclarecer as circunstâncias.

Avalie esta postagem
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo