DestaqueManchetesMundo

Jornal de Goiânia – Problemático festival Woodstock 50 aposta em “grande ressurgimento norte-americano”

Os organizadores do problemático festival Woodstock 50 estão realizando uma última tentativa de salvar o evento, agendado para o próximo mês, com a promessa de empregos e doações a projetos comunitários, em busca do apoio dos moradores de uma pequena cidade do Estado de Nova York.

Os organizadores afirmaram que promoverão uma visita pública na noite desta segunda-feira e também na terça-feira para apresentar propostas aos residentes de Vernon, antes de realizarem uma terceira tentativa de obter a permissão para o evento de três dias, que marca o 50º aniversário do famoso festival de “paz e música” de 1969.

“Acreditamos que, com a ajuda das pessoas de Vernon, possamos transformar Woodstock 50 em uma grande história de ressurgimento americano”, disse em comunicado Greg Peck, coproprietário do Woodstock 50.

A um mês da data anunciada, os ingressos ainda não estão à venda para o evento, que vai de 16 a 18 de agosto e promete atrações como Miley Cyrus e Jay-Z, além de mais 80 outros shows. Cerca de 65 mil pessoas devem ir ao festival.

As autoridades já negaram dois pedidos de autorização para a realização do festival no jóquei clube Vernon Downs, citando insuficiência nos arranjos de segurança, saneamento, estacionamento e controle de tráfego.

Os organizadores se voltaram para Vernon em junho, quando os investidores originais desistiram do apoio e o autódromo de Watkins Glen, sede inicial, também localizado no Estado de Nova York, abandonou a iniciativa.

Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar