Jornal de Goiânia – O Telegram vai lançar a criptomoeda Gram em dois meses

Após mais de um ano de especulações, a criptomoeda do Telegram pode ser lançada. De acordo com o jornal The New York Times, três investidores da empresa confirmaram intenções do CEO, Pavel Durov, de lançar no mercado a criptomoeda Gram em dois meses.

A previsão envolve o lançamento de carteiras digitais que irão atender entre 200 milhões e 300 milhões de usuários do Telegram que fariam suas transações financeiras apenas usando o aplicativo de mensagens.

A falta de informação, já que desde o ano passado a empresa não falava mais sobre o Gram foi uma estratégia para evitar governos e órgão reguladores em todo mundo. Desde junho deste ano quando o Facebook anunciou o Libra, autoridades públicas de vários países começaram a mostrar preocupação e iniciaram movimentações com a intenção de derrubar ou regular a ideia.

Os governos de todos os países tem como principal motivo de preocupação a falta ou pouca regulamentação das criptomoedas dificultando a fiscalização. Moedas digitais infelizmente são também muito usadas para vendas de drogas, contrabandos e lavagem de dinheiro, já que são mais difíceis de rastrear os usuários. E não deve ser diferente com o Gram.

No caso do Telegram, porém a outro agravante. Em alguns países como a Rússia, China e nações do Oriente Médio, o Telegram é um aplicativo que ainda não sofre censura política nestas regiões. O caráter inovador e libertador, neste caso, pode atrapalhar o lançamento de uma criptomoeda no mercado.

O Gram vai atuar de forma descentralizada, assim como o Bitcoin. A criptomoeda a ser lançada for lançada, não será controlada será controlada pelo Telegram mas por um rede de computadores.

A empresa também vai lançar a Telegram Open Network, uma rede com novos aplicativos e páginas web. Algumas das ideias envolvem um site em que é possível presentear outra pessoa por bons comentários no app e outra opção é fazer pequenas apostas em eventos, sobretudo esportivos.

Os primeiros investidores do Gram devem receber seus documentos de comprovação da criptomoeda em 31 de outubro. Há um acordo, segundo eles, para que todos os primeiros compradores aguardem um tempo até que comecem a vender suas moedas digitais do Telegram, exatamente para não criar uma derrocada inicial da mesma.

Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo