CinemaDestaqueGoiâniaGoiásMagazineManchetes

Jornal de Goiânia – ‘Incríveis 2’ para quebrar mais recordes para a Disney

"A estrela de Incredibles 2" Holly Hunter Helen / Elastigirl é o foco do filme da Disney / Pixar, que deve quebrar recordes de bilheteria

Depois de um monte de lucrativas bilheterias do Marvel Cinematic Universe, a Disney quer quebrar mais discos com “Incríveis 2”, o tão esperado retorno de uma peculiar família de super-heróis.

O filme – que sai na sexta-feira, 14 anos depois de “Os Incríveis” – parece destinado a marcar a maior estreia de um filme de animação nas bilheterias norte-americanas.

Especialistas estão prevendo um fim de semana de abertura de mais de US $ 140 milhões para a continuação de Brad Bird de seu popularíssimo original, que superaria a estreia de US $ 135 milhões de seu dono da Disney-Pixar, “Finding Dory” (2016).

“Por um longo tempo, as pessoas querem este filme”, ​​disse Samuel L. Jackson, que retorna como super-herói Frozone, a repórteres na última semana de estreia em Hollywood.

“Eu acho que as pessoas que viram o filme em uma certa idade tiveram filhos agora, e estão mostrando a eles (o original) para que possam trazê-los para este filme.”

Na mais recente aventura, a matriarca da família Parr, Helen (Holly Hunter), é convidada a ajudar a trazer os super-heróis ocultos do mundo de volta à cena, enquanto o marido Bob (Craig T. Nelson) navega no heroísmo do dia-a-dia de ser dona de casa.

Seus filhos Violet (Sarah Vowell) e Dash (Huck Milner) estão de volta, junto com o bebê Jack-Jack, cujos devastadores super poderes estão prestes a serem liberados.

Tudo vai um pouco errado – como sempre acontece – quando um novo vilão surge com uma conspiração brilhante e perigosa que ameaça o mundo.

– “roda livre” –

“É como se fosse um filme de espionagem – ultra, super-sofisticado, meio que anos 60, roda livre”, disse Hunter em um fórum de perguntas e respostas no cinema da AMC Century City, em Los Angeles.

“O filme tem tantas influências diferentes que são diretamente das próprias paixões de Brad, sua infância, sua paternidade. Ele meio que jogou tudo na mistura de uma maneira muito pessoal.”

Pode haver uma lacuna de 14 anos, mas a sequela começa cerca de cinco segundos depois que o original terminou, com a família Parr vestindo suas máscaras de super-heróis, prontos para enfrentar a nova ameaça.

“Nós deixamos as pessoas querendo mais no final do último filme … Havia esse vilão, todo mundo queria ver qual seria o resultado com essa luta”, disse a produtora Nicole Grindle.

“Mas eu acho que é algo que você pode fazer em animação. Você não pode fazer isso em ação ao vivo, espere 14 anos.”

– ‘Uma explosão’ –

Os críticos e fãs que participaram da estreia foram autorizados a postar reações nas mídias sociais, com a maioria escolhendo o bebê que roubava a cena de Parrs para receber elogios.

“‘Incredibles 2’ é uma explosão. Ele faz um ótimo trabalho construindo sobre os personagens e o mundo, e é super divertido e cheio de ação”, twittou Eric Eisenberg do CinemaBlend.

“Eu tive minhas dúvidas, mas fiquei totalmente impressionado. Vai cair como um dos melhores títulos do verão.”

Chris Hayner, editor associado da GameSpot, disse que a sequência “melhora praticamente tudo” do original.

“Seu estilo visual é impressionante de se ver, os personagens são fantásticos e a aventura é uma explosão”, acrescentou.

“Há um pouco de previsibilidade na história, mas eu estava tão triste para este passeio.”

Lançado em 2004, “Os Incríveis” ganhou o Oscar de melhor filme de animação e arrecadou US $ 633 milhões em todo o mundo, publicando uma das maiores aberturas da história para um longa-metragem de animação.

“A parte de super-heróis é secundária aos papéis que você desempenha dentro de uma família”, disse Bird, resumindo o apelo dos pars.

“Cada um de nós tem sido o bebê recém-nascido, muitos de nós temos sido o super hidroenergético de 10 anos de idade ou o adolescente inseguro, e muitos de nós crescemos para ser pais”.

Jornal de Goiânia – ‘Incríveis 2’ para quebrar mais recordes para a Disney
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# Gabriella Oliveira

Gabriella é colunista do Jornal Opinião Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *