Jornal de Goiânia – Filme “Tolkien” foca em juventude de autor de “O Senhor dos Anéis”

O mundo fantástico de hobbits, elfos e orcs criado por J. R. R. Tolkien conquistou fãs ao redor do mundo desde a publicação de “O Hobbit” e “O Senhor dos Anéis”.

Agora, o próprio autor britânico é assunto de um filme que focaliza em sua juventude e nas inspirações para seus trabalhos.

O ator Nicolas Hoult, de “X-Men” e “A Favorita”, interpreta o personagem central em “Tolkien”, que acompanha o escritor como órfão, suas amizades durante a escola em Birmingham, os estudos na Universidade de Oxford e a participação na linha de frente da Batalha do Somme durante a Primeira Guerra Mundial.

“Queríamos honrá-lo e contar nossa história, que pensamos ser fascinante, sobre seus anos de formação para todos, eu sinto que como fã (…) ficaria intrigado por isso”, disse Hoult à Reuters.

A atriz Lilly Collins, de “Espelho, Espelho Meu”, interpreta Edith Bratt, quem Tolkien conhece quando se muda para um alojamento e posteriormente seria sua esposa e inspiração para a elfa Lúthien no mundo fictício da Terra Média.

“Nós mostramos ela dançando na floresta e… sua audácia e seu amor por contar histórias e o modo como ela apenas o inspiraria a continuar criando histórias”, disse Collins.

Tolkien, que fora professor de inglês arcaico em Oxford, publicou “O Hobbit” em 1937. “O Senhor dos Anéis” foi dividido em três partes entre 1954 e 1955.

Mais de 150 milhões de cópias de “O Senhor dos Anéis” foram vendidas em todo o mundo. As adaptações da obra e da trilogia “O Hobbit” para o cinema arrecadaram mais de 5,8 bilhões de dólares de bilheteria global.

Tolkien morreu dois anos depois de Bratt, em 1973, aos 81 anos.

Sua família e seu espólio se distanciaram do filme, afirmando em um comunicado na semana passada que “não aprovaram, autorizaram ou participaram do processo de produção do filme. Eles não endossam (o longa) ou seu conteúdo de nenhuma forma”.

O Studio Fox Searchlight Pictures informou que estava “orgulhoso” da cinebiografia e que “a equipe de produção tem o máximo respeito e admiração pelo Sr. Tolkien e por sua contribuição fenomenal para a literatura”.

O diretor Dome Karukoski disse que espera que a família de Tolkien assista ao filme.

“Eu, na verdade, me ofereci (…) para assistir com eles para que pudessem ver e como é feito com respeito, admiração de um fã”, disse ele.

“Tolkien” começa a ser lançado nos cinemas a partir de 3 de maio.

Avalie esta postagem
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo