Connect with us

Destaque

Jornais de Goiás – Novo surto de coronavírus se espalha na China

# Lopes Junior

Published

on

Jornais de Goiás - Novo surto de coronavírus se espalha na China

As autoridades chinesas e a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem que uma nova cepa de coronavírus está por trás do surto de pneumonia na cidade central de Wuhan.

Alguns especialistas dizem que a cepa pode não ser tão mortal quanto algumas outras do coronavírus, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave, que matou quase 800 pessoas em todo o mundo durante um surto de 2002/03 que também se originou na China.

Mas pouco se sabe sobre o novo vírus, incluindo sua origem.

CASOS CONHECIDOS

Em 20 de janeiro, havia mais de 200 casos confirmados de pacientes na China e em outros lugares com a nova cepa de coronavírus. Seus sintomas incluíam febre, tosse e dificuldade em respirar.

Dos 198 pacientes em Wuhan, três morreram.

Novos casos na China relatados em 20 de janeiro incluem 20 pacientes fora de Wuhan, incluindo cinco em Pequim e um em Xangai, marcando os primeiros casos de propagação do vírus para outras partes do país.

A Coréia do Sul, em 20 de janeiro, relatou um novo caso do vírus envolvendo um viajante chinês de Wuhan. A Tailândia registrou dois casos confirmados do vírus, ambos turistas chineses de Wuhan.

O Japão também confirmou um caso de cidadão japonês que visitou Wuhan.

POUCO CONHECIDO SOBRE VÍRUS

A Comissão Nacional de Saúde da China disse no sábado que a fonte do vírus não foi encontrada e seu caminho de transmissão não foi totalmente mapeado.

O surto está ligado a um mercado de frutos do mar em Wuhan, mas alguns pacientes diagnosticados com o novo coronavírus negam exposição a esse mercado. A OMS diz que uma fonte animal parece ser a principal fonte do surto e que está ocorrendo uma transmissão limitada de humanos para humanos.

As autoridades municipais de Wuhan divulgaram informações sobre um casal que contraiu o vírus. O marido, que ficou doente primeiro, trabalhou no mercado, mas a esposa negou qualquer exposição ao local.

As autoridades não declararam explicitamente se esse era um caso de transmissão de humano para humano.

CONTRA MEDIDAS

Não há vacina para o novo vírus.

As autoridades chinesas intensificaram os esforços de monitoramento e desinfecção antes do feriado do Ano Novo Lunar, no final de janeiro, quando muitas das 1,4 bilhão de pessoas da China viajarão no país e no exterior.

As autoridades aeroportuárias dos Estados Unidos e de muitos países asiáticos, incluindo Japão, Tailândia, Cingapura e Coréia do Sul, intensificaram a triagem de passageiros de Wuhan.

A OMS enviou diretrizes para hospitais de todo o mundo sobre prevenção e controle de infecções.

Lopes Junior - Editor chefe e colunista.

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

TV Opinião Goiás

Advertisement