BrasilPolítica

Investigação da morte do ministro Teori Zavascki aponta falha humana como principal causa

Jornal Opinião Goiás : 10 de janeiro de 2018 : 16:18

Em 19 de janeiro completa 1 ano da morte do ministro Teori Zavascki, o avião bimotor em que ele e mais quatro pessoas estavam caiu no mar em Paraty. Segundo relato parcial das investigações da morte do primeiro relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), a falha humana é a principal linha de investigação.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rubens Maleiner, a principal linha de investigação indica falha humana nas manobras de aproximação da aeronave da pista de pouso em Paraty. As perícias indicam não ter havido sabotagem contra a aeronave.

“A possibilidade de um ato intencional contra aquele voo foi bastante explorada, com diversos exames periciais e atos investigatórios diversos, e nenhum elemento nesse sentido foi encontrado, pelo contrário, os elementos que atingimos até agora, todos conduzem a um desfecho não intencional e trágico, infelizmente, naquele voo”, disse Maleiner.

Segundo Maleiner, ainda não há prazo estipulado para concluir as investigações mas adiantou que logo se terá o desfecho das investigações.

Foram abertas Três investigações sobre morte de Teori Zavascki foram abertas, uma pela Força Aérea Brasileira (FAB), uma segunda pelo Ministério Público Federal (MPF) e a terceira pela Polícia Federal (PF). Nenhuma foi concluída até o momento.
Tags: Brasil, Manchetes, Teori Zavascki, 

Investigação da morte do ministro Teori Zavascki aponta falha humana como principal causa
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *