Connect with us

Destaque

Instituto Viva Bem – Como lidar com problemas cotidianos relacionados ao paciente com Alzheimer

# Jornal Opinião Goiás

Published

on

Instituto Viva Bem - Como lidar com problemas cotidianos relacionados ao paciente com Alzheimer

O ambiente domiciliar pode oferecer riscos a pessoas com Doença de Alzheimer devido aos frequentes esquecimentos que podem gerar algum tipo de acidente, principalmente entre as que moram sozinhas. É recomendável que a família esteja por perto e que possa passar períodos diurnos e noturnos com o paciente, para monitorar sua rotina e verificar a presença de riscos. A condição para que o portador da doença não more mais sozinho é a ocorrência de acidentes, pois sua reincidência é muito provável.

As quedas em idosos saudáveis ou não estão entre as intercorrências mais comuns, tendo como consequências torções e lesões leves a fraturas com necessidade de tratamento cirúrgico, concussões cerebrais, danos na locomoção e até mesmo óbito. Recomenda-se instalar barras de segurança, redes de proteção nas janelas, retirar tapetes, remover excesso de mobílias e usar piso antiderrapante em áreas molhadas. A escolha de sapatos baixos com solados que não escorreguem também auxilia na prevenção de quedas.

Também é importante providenciar fogão com travamento automatizado e colocar trava de gás para evitar vazamento de gás que podem causar desmaio e complicações neurológicas.

Também é importante manter medicamentos ou produtos tóxicos longe do alcance do idoso com demência para evitar intoxicação.

Queimaduras podem acontecer em atividades de higiene, culinária ou cuidados domésticos. É preciso monitorar a temperatura da água do chuveiro; controlar ou evitar o uso do ferro de passar roupa; monitorar a prática de cozinhar e a temperatura de comidas e de bebidas.

As famílias devem avaliar cautelosamente os riscos, antes de decidir se o paciente com Alzheimer tem condições de sair sozinho ou mesmo acompanhado de um familiar. A locomoção segura requer boa orientação espacial e memória para manutenção de informação sobre o destino, qualidades que podem ser afetadas com a doença.

Para evitar que o paciente se perca, recomenda-se que ele carregue uma identificação com seu nome, número de telefone de contato e endereço.

 

 

Quer desenvolver o seu marketing médico? Contrate a Agência Ideia Goiás (62) 3088-2020

Redação do Jornal Opinião Goiás. E-mails: jornalismo@opiniaogoias.com.br / redacao@opiniaogoias.com.br

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

TV Opinião Goiás