DestaqueManchetesOpinião Leitor

Exposição Fotográfica de João Preda “Fascínios do Cerrado Goiano“ na Escola Municipal Antônio Constante no Jundiaí

As crianças e adolescentes da Escola Municipal Antônio Constante, receberão no dia 17/06, das 8 ás 17h a Exposição Fotográfica de João Preda “Fascínios do Cerrado Goiano” que traz o lema: “Preservar o cerrado e o meio ambiente para salvar vidas”, juntamente com a equipe do Projeto SOS Terra – Arte em prol da Ecologia, idealizado por Roberto Brenner e coordenado pela escritora Simone Atayde, o grupo é formado por escritores, poetas, músicos, pedagogos, jornalistas, radialista dentre outros, a mostra é uma forma de levar o tema do meio ambiente e a preservação dele na sala de aula. Em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, em Estocolmo, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, que passou a ser comemorado todo dia 05 de junho.

Exposição Fotográfica de João Preda “Fascínios do Cerrado Goiano“ na Escola Municipal Antônio Constante no Jundiaí
Exposição Fotográfica de João Preda “Fascínios do Cerrado Goiano“ na Escola Municipal Antônio Constante no Jundiaí

Quando falamos em cerrado: segundo Eduardo de Freitas, Graduado em Geografia, da Equipe Brasil Escola, “em Goiás, essa preservação representa apenas 1% de todo cerrado goiano, enquanto em outros estados a média é de 2,5%, e esses dados estão muito abaixo das metas internacionais que é de 10%, que deveria ser o percentual revertido em reservas ambientais em Goiás”. Ao percorrer uma longa extensão de cerrado fotografando suas belezas como: flores, árvores, animais, cachoeiras, riachos, plantas das mais diversas e também o sol que aquece a vida de todos os seres, percebi o quanto é importante a nossa colaboração na tarefa de preservar e proteger o rico bioma natural, sendo o segundo maior da América do Sul. Ao resguardá-lo, estamos protegendo a nossa própria história; acabar com ele é o mesmo que acabar com a água de que somos parte, ela representa setenta por cento da vida do homem e do orbe. O cerrado que ainda resta próximo a Anápolis é exuberante, com uma enorme variedade de espécies das mais belas flores e frutos.  Nesta reportagem fotográfica é possível deslumbrar essa riqueza magnífica e que deve ser preservada pelo poder público e também pelos cidadãos comuns. Anápolis, localizada a 50 km de Goiânia e a 120 km do Distrito Federal, é o eixo do desenvolvimento do Brasil Central, o que acaba gerando grande preocupação, devido a um progresso acelerado e descontrolado. A exuberância do cerrado fica comprometida e a degradação é visível, palpável. Este riquíssimo bioma não pode sofrer as funestas consequências do desenvolvimento calcado no lucro pelo lucro, mesmo sendo para o aceleramento e acréscimo de riquezas em nossas fronteiras. Sempre seremos favoráveis ao progresso e ao crescimento da economia, desde que aconteça com responsabilidade ecológica, protegendo as plantas, os animais, os rios e, principalmente as nascentes.

A Exposição Fotográfica de João Preda “Fascínios do Cerrado Goiano” composta com 10 painéis, faz parte da extensa programação do projeto SOS Terra – Arte em prol da Ecologia.

Local: Rua Chico Xavier, Jundiaí, Anápolis-GO.

Dia 17/06/2019, das 8 ás 17h.

João Areis Preda

Jornalista e escritor

[email protected]

Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar