Especial com Marcos Manoel: ALFENINS E VERSOS – 130 ANOS DE CORA CORALINA

Arraial de Sant’Ana, rincões

Vila Boa e a Serra Dourada

Ravinas da vida, marcadas

Anna Lins dos Guimarães

Versos de ruas tortuosas

A doceira da poesia

Metáforas da alegria

Noites goianas, formosas

Às margens do Rio Vermelho

A “casa velha da ponte”

Água corrente da fonte

Anhanguera, Diabo Velho

Vetusta, passos lentos

A grandeza das palavras

Mulher de fibra, gramática

Ode ao vento

Afrontou seu tempo

Letras e pensamento

Contestou o silêncio

A formosura em lirismo

Lagarta feia da Ponte da Lapa

A mais bela das borboletas

A primavera e as violetas

O eflúvio da madrugada

Em sinfonia e poesia

Nas veredas de Goiás

O bioma das gerais

A resistência feminina

Símbolo da literatura

Lutou pela liberdade

Amores, dores, saudades

Irreverência e cultura

Entre tachos de cobre

e milharais

Mal traçadas linhas

e madrigais

Vivência em doces palavras

Farricocos iluminam o céu

Auto de fé, penitência

Tradição, resistência

Procissão do Fogaréu

Ruelas calçadas de pedras

Manchadas pelo sangue

De anônimos sem nomes

Suor de negros e negras

Em vielas que sentem

Muros que murmuram

Senzalas que gritam

Caminhos que gemem

A poetisa doceira

Alfenins e versos

Côncavo e o convexo

Literatura em compotas

Fez da rudeza

A beleza da poesia

Grandeza infinda

Cora Coralina.

         Marcos Manoel Ferreira, Professor, Historiador e Pedagogo. Pós-Graduando (Especialização) em História e Cultura Afro-brasileira e Africana; Mestrando em História – Cultura, Religião e Sociedade – pela Universidade Estadual de Goiás (UEG). [email protected]

Mostre mais

Marcos Manoel Ferreira - Opinião Pública

Marcos Manoel Ferreira, Professor, Pedagogo, pela Universidade Federal de Goiás (UFG), com Habilitação em História da Educação Brasileira; Historiador, pelo Claretiano Centro Universitário, Pós-Graduando (Especialização) em História e Cultura Afro-brasileira e Africana; Mestrando em História – Cultura, Religião e Sociedade – pela Universidade Estadual de Goiás (UEG). [email protected], www.vozesdasenzala.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo