Agronegócio

J&F firma acordo de confidencialidade com a Cambuhy para possível venda de Alpargatas

J&F firma acordo de confidencialidade com a Cambuhy para possível venda de Alpargatas
Imprensa

A J&F Investimentos fechou um acordo de confidencialidade com a Cambuhy Investimentos para possível venda de participação na Alpargatas, disse a fabricante de roupas esportivas e calçados em fato relevante nesta segunda-feira.

O acordo foi celebrado em 23 de junho e a J&F, holding da família Batista que controla também a empresa de alimentos JBS, manterá a Alpargatas informada sobre o andamento das negociações ou a assinatura de quaisquer contratos vinculantes.

A Cambuhy é o veículo de investimentos de outra família bilionária brasileira, a Moreira Salles.

A Alpargatas está entre os ativos que a J&F considera vender para levantar recursos, a fim de pagar dívidas de curto prazo e a multa recorde de 10,3 bilhões de reais prevista no acordo de leniência que empresários do grupo assinaram com o Ministério Público Federal (MPT), após a delação de esquema de corrupção implicando, inclusive, o presidente Michel Temer.

No fim de 2015, a família Batista superou a Cambuhy Investimentos e outros rivais na disputa pela fabricante dos mundialmente famosos chinelos Havaianas com uma oferta de 2,7 bilhões de reais em dinheiro.

Em 16 de junho, a Reuters noticiou que a Cambuhy e a GP Investments estavam entre as empresas que consideravam fazer uma oferta pela fatia de 86 por cento que a J&F detém na Alpargatas.

A holding J&F também iniciou há cerca de 10 dias negociações exclusivas com a chilena Arauco interessada na Eldorado Brasil.

Além disso, a JBS apresentou ao seu conselho de administração uma proposta de desinvestimentos que permitiria ao grupo levantar até 6 bilhões de reais. O plano prevê alienação da fatia de 19,2 por cento na Vigor Alimentos e da participação na irlandesa Moy Pak, bem como a venda de ativos da Five Rivers Cattle Feeding e fazendas.

O programa foi apresentado antes da Justiça Federal de Brasília proibir a JBS de vender suas operações de carne bovina na Argentina, Paraguai e Uruguai para a rival Minerva por cerca de 300 milhões de dólares.

Às 12:00, as ações preferenciais da Alpargatas subiam 4,11 por cento, enquanto os papéis ordinários da JBS cediam 1,28 por cento.

 

Reuters
J&F firma acordo de confidencialidade com a Cambuhy para possível venda de Alpargatas
Avalie esta postagem
Clique para adicionar o seu comentário

Deixe seu comentário:

Agronegócio
Imprensa
@opiniaogoias

Espaço reservado para imprensa parceira do Jornal Opinião Goiás.